Concurso Almirante Jaceguay 2018

DEPARTAMENTO CULTURAL
REGULAMENTO

1. DO HISTÓRICO
O Prêmio anual “Almirante Jaceguay”, assim denominado em honra do Almirante Arthur Silveira da Motta, Barão de Jaceguay, foi instituído na Sessão Magna de 11 de junho de 1890, por ocasião de sua posse na Presidência do Clube Naval. 

2. DO PRÊMIO
2.1 - É constituído por uma medalha de ouro, de 4 cm de diâmetro, apresentando na face anterior a figura da Ciência, sentada na base de um canhão, tendo as mãos apoiadas no cepo de uma âncora, e acompanhada de sua miniatura.
2.2 - A um primeiro plano da sua alegoria, veem-se projetis, um croque e uma machadinha, cujas hastes se cruzam. Na parte superior se destaca a inscrição “AO MÉRITO NAVAL”, e, no verso, as palavras República Federativa do Brasil – em círculo e, em linhas paralelas ao diâmetro horizontal – “Prêmio Clube Naval”.

3. DO TEMA
3.1 - A Diretoria do Clube escolherá anualmente, até 30 de setembro, o tema do Concurso a ser realizado no ano seguinte, cuja premiação ocorrerá na Sessão Magna de 11 de junho.
3.2 - O tema escolhido para o ano de 2018 é: “A AÇÃO DE "DRONES" NA GUERRA NAVAL” –, com os seguintes pontos a abordar:
I - O estado atual da arte;
II - Limitações e vulnerabilidades;
III - Operação e logística;
IV - Aplicação em vigilância, sensoriamento e reconhecimento; 
V - Aplicação em apoio ao combate;
VI - As perspectivas para o Brasil; e
VII - Conclusões

4. DA DIVULGAÇÃO
O tema do Concurso deverá ser amplamente difundido, juntamente com este Regulamento, para toda a Marinha do Brasil (MB), pela Assessoria de Comunicação Social do Clube Naval, utilizando seus canais próprios, os disponibilizados pela MB. 

5. DOS PARTICIPANTES
O Concurso é franqueado aos (às) Oficiais da Marinha do Brasil, da ativa, da reserva e reformados, de todos os Postos, Corpos e Quadros, excetuados os que estiverem integrando a Diretoria do Clube Naval ou exercendo cargos nas estruturas de quaisquer dos seus Departamentos / Setores no ano da realização do Concurso.

6. DA COMISSÃO JULGADORA
6.1 - A Comissão Julgadora será constituída por 3 (três) membros, Sócios Efetivos e convidados pela Diretoria do Clube Naval e nomeados por Portaria de seu Presidente, considerando suas aptidões em relação ao tema do Concurso.
6.2 - O Presidente da Comissão Julgadora deverá ser, necessariamente, Sócio Efetivo do Clube Naval.

7. DA ENTREGA DOS TRABALHOS
7.1 - Não se poderá utilizar a Internet ou fax para o envio de trabalhos. Estes deverão ser entregues em mãos, em envelope lacrado, no Departamento Cultural do Clube Naval, ou ser enviados pelos Correios para o endereço do mesmo: 

AO CLUBE NAVAL – DEPARTAMENTO CULTURAL
CONCURSO ALMIRANTE JACEGUAY 2018 
Av. Rio Branco, 180 – Rio de Janeiro – Centro – RJ – CEP: 
20040-003

Contatos:
Assessor Cultural - CMG(Ref-T) Chagas – 2112-2437 - 
assessorcultural@clubenaval.org.br  ou
Secretária do Depto. Cultural – 2112-2435 / 
cultural@clubenaval.org.br

7.2 - Caso o participante opte pelo envio de seus trabalhos pelos Correios, deverá assegurar-se de que, no envelope maior, postado na ECT, constem, no remetente, apenas seus pseudônimo e endereço, de forma a evitar sua identificação prematura.

8. DAS NORMAS DE EDIÇÃO E DO CONTEÚDO DO ENVELOPE LACRADO
8.1 - Cópias digitadas, extensão, anexos, tabelas, gráficos e ilustrações:
Os trabalhos devem ser entregues em três cópias, digitadas no aplicativo Word, em papel A4, fonte Arial corpo 12, espaço entre linhas 1,5, quatro margens (superior, inferior, direita e esquerda) de 2,5 cm, cabeçalho e rodapé de 1,5 cm, layout superior, alinhamento justificado sem recuo de primeira linha.
Devem ter um máximo de 100 (cem) páginas de texto, excluídos gráficos, fotografias e demais auxílios ilustrativos. Devem ainda ser inéditos e não conter rasuras ou quaisquer emendas que indiquem substituição de palavras.
8.2 - Outras normas de edição:
Recomenda-se ao autor empregar, no que for cabível, as seguintes normas padronizadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a produção de trabalhos acadêmicos. 

  • CAPA: é a proteção externa do trabalho, não padronizada pelo Clube Naval, ficando sua elaboração restrita à criatividade do autor.
  • FOLHA DE ROSTO: é a folha que apresenta os elementos essenciais à identificação do trabalho – nome do Concurso, ano, título, pseudônimo do autor.
  • SUMÁRIO: relação das principais divisões do trabalho na ordem em que aparecem no texto.
  • LISTA DE ILUSTRAÇÕES: localiza-se após o sumário, em página própria. Relaciona figuras, tabelas, quadros e gráficos, na ordem em que aparecem no texto, indicando o número, o título e a página onde se encontram. Se houver poucas ilustrações de cada tipo, todas podem ser colocadas em uma página só.
  • LISTA DE SIGLAS, ABREVIATURAS E SÍMBOLOS: devem ser ordenadas alfabeticamente, seguidas de seus significados
  • RESUMO: é a apresentação resumida, clara e concisa do texto, destacando-se os aspectos de maior interesse e importância. Deve ser redigida de forma impessoal, não excedendo 500 palavras. O resumo deve ressaltar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do trabalho.

 O trabalho geralmente é dividido em introdução, texto e pós-texto.

  • INTRODUÇÃO: onde é definido o propósito do trabalho e como pretende-se desenvolvê-lo.
  • TEXTO
    - CORPO DO TRABALHO: é o texto propriamente dito, onde o assunto é apresentado e desenvolvido.
    - CONCLUSÃO: fecha com a introdução e diz o que foi pretendido, o que foi alcançado e em que grau.
  • PÓS-TEXTO
    - BIBLIOGRAFIA OU REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: consultada, citada ou recomendada.
    - ANEXOS: todo o material que poderia estar no texto, mas por algum motivo é deslocado para aqui. A indicação dos anexos é feita com letras maiúsculas. Ex.: Anexo A, Anexo B.
    - APÊNDICES: o que não é fundamental ao texto, mas que pode servir de apoio ao mesmo.
  • GLOSSÁRIO (facultativo): lista em ordem alfabética de palavras especiais, pouco conhecidas, obscuras ou de uso restrito.
  • ÍNDICE (facultativo): colocado no final do trabalho, é remissivo ao texto, podendo ser por autor, assunto, palavras-chave etc.
  • NOTAS DE RODAPÉ OU DE FIM: destinam-se a prestar esclarecimentos, comprovar uma afirmação ou justificar uma informação que não deva ser incluída no texto. As notas devem limitar-se ao mínimo necessário. O aplicativo Word dispõe de ferramenta específica para esse fim.

8.3 - Numeração das páginas, anexos, tabelas, gráficos e ilustrações

  • As páginas anteriores ao texto, exceto a capa (Folha de Rosto, Sumário, Listas, Resumo) devem ser numeradas em romanos minúsculos (i, ii, iii...), no centro do rodapé, em fonte Arial 10, negrito. 
  • As páginas de texto, a partir da Introdução, devem ser numeradas em algarismos simples, também em fonte Arial 10, negrito, no centro do rodapé.
  • As páginas dos Anexos serão numeradas com as letras indicativas dos mesmos, seguidas de algarismos (A-1, A-2, A-3...), também em fonte Arial 10, negrito, no centro do rodapé.
  • As tabelas, os gráficos e as ilustrações serão numerados por meio da ferramenta existente no aplicativo Word para esse fim, na seguinte forma: “Tabela 1 – (nome)” ; “Gráfico 1 – (nome)” – “Fig. 1 – (nome)”.

8.4 - Pseudônimo e ausência de marcas:
O pseudônimo adotado pelo autor deverá ser inserido no canto direito do rodapé, de forma a aparecer em todas as páginas; nenhuma outra marca de identificação deverá ser inserida, sob pena de eliminação do trabalho.
8.5 - Envelope com dados do autor
O envelope lacrado deve conter outro, menor, também lacrado, contendo:

  • No sobrescrito:
    - A expressão “CLUBE NAVAL -  CONCURSO ALTE JACEGUAY 2018”;
    - O pseudônimo do autor; e
    - O título do trabalho: A AÇÃO DE "DRONES" NA GUERRA NAVAL.
  • No interior:
    Dados de identificação do autor, também digitados em uma folha de papel A4 com as mesmas regras citadas acima: nome completo, identidade (RG, órgão emissor, UF e data), CPF, endereço completo (logradouro, nº, complemento, bairro, cidade, UF, país de origem), telefones com DDD, e-mail.

9. DA ENTREGA DOS TRABALHOS À COMISSÃO JULGADORA
9.1 - Caberá à Secretária do Depto. Cultural do Clube Naval:

  • Abrir o envelope lacrado, ao recebê-lo do autor;
  • Retirar dele o envelope menor com os dados do autor e guardá-lo em cofre, refazendo o lacre do envelope maior;
  • Registrar em planilha própria o recebimento dos trabalhos, com os seguintes campos – nº sequencial de recebimento, data, pseudônimo e rubrica; e
  • Preencher e entregar um protocolo de recebimento ao autor, conforme modelo abaixo:


9.2 - Não serão enviados Protocolos de entrega aos trabalhos recebidos pelos Correios.
9.3 - Na data prevista no Calendário ao final deste Regulamento, o Depto Cultural entregará em mãos, por protocolo, à Comissão Julgadora, os envelopes  contendo os trabalhos.

10. DO JULGAMENTO
10.1 - O julgamento será pronunciado por maioria de votos
A Comissão Julgadora, em carta ao Presidente do Clube Naval, emitirá o seu juízo nos termos seguintes:
“A Comissão Julgadora opina (unanimemente ou por maioria de seus membros) que o trabalho sob pseudônimo tal foi o que tratou da questão de modo mais aceitável”.
10.2 - A Comissão terá a faculdade de não julgar dignos de prêmio todos os trabalhos apresentados, e o fará declarando que, a seu juízo (unânime ou por maioria de seus membros), o prêmio deverá ficar reservado para novo Concurso no ano seguinte.

11. DA ABERTURA DO ENVELOPE DO TRABALHO VENCEDOR
11.1 - A Diretoria do Clube, em Sessão Extraordinária, depois de tomar conhecimento do parecer da Comissão Julgadora, procederá à abertura do envelope que tiver na parte externa o pseudônimo constante do parecer, a fim de conhecer o nome do autor escolhido, ao qual será adjudicado o prêmio.
11.2 - Caso venha a ocorrer a hipótese prevista no subitem 10.2, de não haver trabalhos dignos do prêmio, todos os envelopes serão abertos para identificação dos autores.

12. DAS PRESCRIÇÕES DIVERSAS
12.1 - O Prêmio Almirante Jaceguay constará dos assentamentos do vencedor, em cumprimento ao Decreto 4889 de 26 de novembro de 1924.
12.2 - O decreto 16934 de 10 de junho de 1925 regulamentou o uso da medalha do Prêmio “Almirante Jaceguay”.
12.3 - O trabalho vencedor será publicado em separata e um resumo feito pelo autor será publicado na Revista do Clube Naval. Os trabalhos não premiados não serão divulgados. Os trabalhos concorrentes, premiados ou não, não serão devolvidos.

13. DO CALENDÁRIO

  • 02/10/2017 – Início da divulgação do Concurso.
  • Até 31/10/2017 – Designação da Comissão Julgadora
  • Até 30/11/2017 – Aprovação da Comissão Julgadora na Reunião da Diretoria.
  • Até 30/03/2018 – Entrega dos trabalhos no Dep. Cultural, das 14 às 18h30min.
  • Até 06/04/2018 – Entrega dos trabalhos à Comissão Julgadora
  • Até 11/05/2018 – Entrega do Parecer da Comissão Julgadora no Depto. Cultural
  • Até 25/05/2018 – Identificação do vencedor em Sessão Extraordinária da Diretoria (SED).
  • Dia 11/06/2018 – Entrega do prêmio na Sessão Magna.               

 

OSMAR BOAVISTA DA CUNHA JÚNIOR
Capitão de Fragata (Ref – IM)
Diretor do Departamento Cultural